Glossário
Células de Combustível

A - B - C - D - E - F - G - H - I - J - K - L - M - N - O - P - Q - R - S - T - U - V - W - X - Y - Z

 A
  Ácido

Composto que contém hidrogénio, podendo-o libertar numa solução aquosa. Esta solução aquosa apresenta sempre um pH inferir a 7. A força de um ácido depende da facilidade com que o ião de hidrogénio se solvata. De modo mais abrangente, segundo a teoria de Lewis um ácido é um composto ou átomo capaz de aceitar electrões ou doar protões.


 
  Anião

Ião carregado negativamente. Por exemplo, o OH- é um anião.


 
  Ânodo

Eléctrodo onde se dá a reacção de formação de electões, ou seja, onde se dá a reacção de oxidação. Este eléctrodo é o positivo, pois é para onde se dirigem os aniões durante a electrólise.


 
  Átomo

A mais pequena quantidade de um elemento que pode existir quimicamente, conservando ainda as propriedades características deste elemento. O átomo de qualquer elemento é constituído por um núcleo, de protões e neutrões, rodeado por electrões em movimento.



 B
  Base

Composto que se dissolve em água para formar iões hidróxido (OH-). Uma solução aquosa de uma base tem sempre um pH superior a 7. As soluções aquosas formadas por uma base têm a designação de soluções alcalinas.


  Bateria

Pilha electroquímica ,ou frequentemente várias pilhas electroquímicas ligadas em série, que pode ser usada como gerador de corrente eléctrica a voltagem constante.



 C
  Catalizador

Substância que acelera as reacções químicas sem que seja afectada.


 
  Catião

Ião carregado positivamente. Por exemplo, o H+ é um catião.


 
  Cátodo

Eléctrodo para onde se deslocam os electrões, ou seja, onde se dá reacção de redução. Durante a electrólise, os catiões movem-se para o cátodo.


 
  Célula de combustível

Um sistema que produz energia eléctrica a partir de reacções electroquímicas.


 
  Célula electrolítica

Uma pilha na qual a corrente proveniente de uma fonte externa passa através do electrólito.


 
  Célula galvânica

Pilha electroquímica que produz electricidade a partir duma reacção redox espontânea.


 
  Ciclo de Carnot

Limite teórico da eficiência dum conversor de energia baseado na transferência de calor entre dois reservatórios. Os motores de combustão estão limitados pelo ciclo de Carnot. Em contraste, as células de combustível não são afectadas por este limite porque durante o processo electroquímico de produção de energia eléctrica, a variação da entalpia não é completamente devida à libertação de calor, mas sim pela conjugação disso com a produção de um fluxo de electrões.


 
  Cinética química

Área da química que estuda a rapidez ou a velocidade com que as reacções ocorrem.



 D
  Diluição

Procedimento usado para preparar uma solução menos concentrada a partir de outra mais concentrada.


  Difusão

Processo de transferência de massa segundo o qual compostos deferentes se misturam como resultado do movimento aleatório dos seus elementos (átomos, moléculas ou iões).



 E
  Electrão

Partícula elementar de um átomo que apresenta uma carga negativa e uma massa praticamente duas mil vezes inferior à do protão e do neutrão.


 
  Eléctrodo

Terminal eléctrico que conduz a corrente eléctrica numa célula electroquímica.


 
  Electrólito

Composto químico que conduz iões de um eléctrodo para o outro.


 
  Elemento

Substância que não pode ser decomposta em substância mais simples através de métodos químicos.


 
  Energia

Capacidade de fornecer trabalho e produzir mudança.


 
  Evaporação

Mudança de estado de um líquido para vapor, a uma temperatura inferior à do ponto de ebulição do líquido.



 F
  Fase

Uma parte homogénea de um sistema em contacto com outras partes do sistema mas separada delas por uma fronteira bem definida.


  Força electromotriz

Diferença de potencial entre eléctrodos.


  F.e.m. padrão

Soma do potencial de redução padrão da substância que se reduz com o potencial de oxidação padrão da substância que se oxida.


  Forças intermoleculares

Forças que existem entre moléculas.


  Forças intramoleculares

Forças que existem no seio de uma dada molécula, por exemplo aquelas mantêm os átomos ligados entre si.



 G
  Gases ideais

Gases hipotéticos cujo comportamento pressão-volume-temperatura pode ser rigorosamente descrito pela equação dos gases ideais.


  Gases nobres

Os elementos não metálicos do grupo 8A (He, Ne, Ar, Kr, Xe e Rn).



 H
  Hidrofílico

Que é atraído ou tem afinidade pela água.


  Hidrofóbico

Que foge ou tem fobia da água.



 I
  Ião

Um átomo que transporta carga positiva ou negativa devido ao ganho ou perda de electrões.


  Inversor

Converte corrente eléctrica contínua em alternada.



 J
 

 K
  Kelvin

Unidade SI de temperatura.



 L
 

 M
  Massa atómica relativa

Razão entre a massa do átomo de um certo elemento e 1/12 da massa de um átomo de carbono-12.


 
  Mole

Quantidade de uma substância que contém tantas entidades elementares quantas existem em 12 gramas do isótopo 12 do carbono.


  Molalidade

Número de moles de soluto dissolvidos num quilograma de solvente.


  Molaridade

Número de moles de um soluto num litro de solução.


  Molécula

Grupo de átomos interligados por uma ou mais ligações químicas. As moléculas podem ser constituídas por átomos de mesmo elemento (O2) ou por diferentes elementos (H2O).



 N
  Neutrão

Partícula subatómica constituinte do átomo. Os neutrões fazem parte do núcleo atómico. Estes não transportam qualquer carga eléctrica.


  Newton

Unidades SI de força.


  Número atómico

Número de protões no núcleo de um átomo.


  Número de massa

Número total de protões e neutrões presentes no núcleo de um átomo.



 O
  Oxidação

Reacção na qual há uma perda de electrões.



 P
  pH

Medida da propriedade ácida ou alcalina de um líquido ou solução baseada da concentração dos iões de hidrogénio (H+). O pH é definido como –log[H+].


 
  Pilha

Dispositivo que gera energia eléctrica através de uma reacção química. Uma pilha é constituída por dois eléctrodos (cátodo e ânodo) e um electrólito.


 
  Pilha de células de combustível

Células de combustível independentes ligadas em série num sistema de geração de electricidade.


 
  Polímero

Moléculas de elevada dimensão constituídas por unidades que se repetem (monómeros). Os polímeros podem ser de origem natural ou sintética.


 
  Ponto de ebulição

Temperatura para a qual a pressão do vapor saturado de um líquido é igual à pressão atmosférica exterior.


 
  Ponto de fusão

Temperatura a partir da qual um sólido passa do estado sólido para o estado líquido e vice-versa.


 
  Pressão

Força exercida numa unidade de área de uma superfície. Por exemplo, uma força de um Newton exercida numa superfície de um m2 é equivalente a uma pressão de um Pascal.


 
  Produto

Substância formada como resultado de uma reacção química.


  Protão

Partícula subatómica que suporta uma carga positiva igual à do electrão (simétrica).



 Q
  Qualitativo

Que consiste em observações gerais acerca do sistema.


  Quantitativo

Que envolve números obtidos através de várias medidas realizadas sobre o sistema.



 R
  Reacção redox

Reacção na qual se dá uma transferência de electrões ou uma variação dos números de oxidação das substância intervenientes na reacção.


  Reacção reversível

Reacção que pode ocorrer em ambas as direcções.


  Reagente

Substância de partida duma reacção química.


  Redução

Reacção na qual há um ganho de electrões.


  Reformador

Sistema que produz hidrogénio a partir de hidrocarbonetos.



 S
  Sal

Composto iónico constituído por um catião diferente de H+ e por um anião diferente de OH- ou O2-.


 
  Sistema

Parte específica do universo que constitui um dado objecto de estudo.


 
  Solução

Mistura líquida homogénea de dois ou mais compostos.


 
  Solução aquosa

Solução na qual o solvente é a água.


 
  Solução saturada

É a solução que contém o máximo de soluto dissolvido num solvente a uma dada temperatura.


 
  Soluto

Substância que é dissolvida num solvente para formar uma solução.


 
  Solvente

Líquido no qual é dissolvido o soluto para formar uma solução.


 

 T
 

 U

 

 V
 

 W
  Watt

Unidade SI de potência.



 X
 

 Y
 

 Z
  Zero absoluto

Do ponto de vista teórico, a temperatura mínima possível ( em unidades SI: zero Kelvin)



 

Todos os direitos reservados. Copyright © 2002 - 2003 Células de Combustível - Energia do Futuro - Vasco Silva.
LEPAE, Departamento de Engenharia Química, Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto.
Nenhuma parte deste site pode ser reproduzida sem prévia autorização.
Página principal O que são? Como funcionam? Tipos de células? Vantagens e desvantagens? Aplicações? Que futuro? Página principal O que são? Como funcionam? Tipos de células? Vantagens e desvantagens? Aplicações? Que futuro? Novidades Créditos Glossário Contactos Ligações úteis